Como fotografar produtos para o seu site?

Dicas incríveis para você tirar fotografias para surprender e encantar o seu cliente. Foto Catálogo, Book, Pratos, etc...

Neste artigo iremos relacionar algumas dicas a respeito de produção de fotografias de produtos para serem aplicadas nos mais variados meios com o intuito para retratar o seu produto visualmente.

Antes de mais nada precisamos definir a finalidade da fotografia, qual o objetivo dessa foto:

A - Fotos para Catálogo: Geralmente são fotos sem fundo;

B - Fotos para Book: Geralmente são realizadas com cenários (estúdio, paisagem);

C - Fotos para Publicidade Impressa: Precisam de tamanho e resolução;

D - Fotos para Apresentação: com o produto aplicado em sua usabilidade;

E - Fotos para Loja Virtual: mostrando todos os detalhes do produto;

Após definirmos em que fim se aplicará a nossa fotografia vamos a alguns conceitos básicos a respeito de fotografia. A palavra fotografia deriva do grego foto/fóz (luz) e grafia/gráfis (escrita ou desenho), ou seja a fotografia é o desenho de luz, ou feito produzido por ela. Agora que sabemos o que é a fotografia ficou fácil deduzir qual o principal elemento na hora de bater a sua foto, né?

Conceitos Básicos

Vamos listar algumas ações básicas para produzirmos uma foto com uma qualidade minimamente aceitável para trabalhos profissionais.

1° - Iluminação: a luz é o principal elemento para a produção fotográfica, é fundamental que ela seja suficientemente boa para manter a qualidade da imagem, dar brilho, cor e luminância. Uma boa foto depende incondicionalmente de uma boa iluminação.Dica: use lâmpadas com a mesma intensidade de cor.

2° - Equipamento: a máquina que você está utilizando e a maneira como você está utilizando é fundamental para o resultado final do seu trabalho. De nada adiantará uma iluminação perfeita mas fora de foco ou balanço de branco errado.

3° - Estabilidade do Fotógrafo: A fotografia é o registo feito com a luz, portanto qualquer movimento por menor que seja será registrado como um borrão ou uma mancha de luz. O ideal é usar um tripé para garantir a estabilidade do equipamento.

4° - Fundo: é importante usar o fundo certo para cada tipo de fotografia pois o cenário errado pode tirar o foco do produto, que é o alvo de nossa fotografia.

5° - Edição: tratar a imagem em programas de edição como o Photoshop por exemplo será indispensável para quem não possui técnica avançada de fotografar. Procure se informar sobre equilíbrio de cores, brilho e saturação, além de técnicas de corte de fundo.

6° - Tamanho e Formato: o trabalho ficou excelente, tomei todos os cuidados, mas a foto ficou muito grande para o fim que preciso. Saiba os formatos que são aceitos em suas finalidades e como compactar a foto sem perder qualidade. Os formatos mais usuais são JPG, TIFF e RAW.

Agora que já sabemos o que é preciso para produzir uma foto com boa qualidade, vamos aos exemplos práticos. Leia a seguir como aplicar os conceitos básicos em cada tipo de fotografia. Iniciando com os mais pedidos:

Foto de Produto para Lojas Virtuais

As fotos produtos para lojas virtuais tem algumas particularidades. Geralmente cada produto carrega um conjunto de fotos para suprir todas as necessidades da relação em questão.

Mostre todos os ângulos (lados) do produto (frente, verso, fundo, sola,);

Realce os detalhes como botão, friso, gola, bolso, zíper, alça, textura, relevo, etc;

Destaque a marca com fotos aproximadas da etiqueta, logo, palmilha, etc;

Dê exemplos de aplicação como relógio no pulso, sapato no pé, quadro na parede, luminária no teto, roupa no modelo, etc;

Mostre que a foto em questão é exclusiva de sua loja com papel de parede personalizado, ou com um mascote de pelúcia, um suporte estilizado, etc;

Crie uma escala para dar noção do tamanho, utilizando objetos usuais junto com o produto na foto (lápis, xícara, anél, etc);

Posição do Produto. Procure outras fotos de produtos para ter uma noçao de como os produtos são expostos, escolha uma que mais lhe agrade e divirta-se. Lembre que cada produto tem um tipo de exposição.

Na prática:

1° - Montando o cenário. O ideal é que sejam duas superfícies em 90° (base e parede). Para objetos pequenos sugiro fazer em uma mesa encostada na parede ou uma prateleira da própria loja. Tente produzir um papel de parece, se já possui um em sua loja, ótimo. Procure algo que caracterize a sua marca (cores e formas).

2° - Iluminando a Cena: A principal iluminação nesse caso é uma contraluz, ou seja uma iluminação aberta e forte que venha por trás do produto, iluminando direto no fundo (parede), essa iluminação serve pra dar textura às imagens. A segunda fonte de iluminação deve ser lateral ou frontal e deve ter a mesma intensidade da primeira, ela servirá para iluminar o produto diretamente dando volume e cores. Se necessário utilize uma terceira fonte de luz, essa poderá ser menos intensa que as duas primeiras e deverá ser posicionada na lateral ligeiramente atrás do produto, ela deverá ser rasante e servirá para ressaltar os detalhes do produto e eliminar algumas sombras mais duras.

3° Preparando o Equipamento: Prepare a sua câmera para modo retrato, desligue o flash, afinal já estamos utilizando iluminação e configure as entradas do equipamento. É importante controlar: O ISO (sensibilidade), quanto maior o ISO mais luz a câmera vai captar. Muita luz deixa a imagem granulada, como estamos trabalhando com uma estrutura de iluminação artificial podemos trabalhar com um Iso de aprox. 100. Balanço de Branco é a tonalidade da iluminação que a câmera vai absorver para evitar que a fotografia fique azulada ou amarelada dependo do tom da iluminação. O ideal é fotografar um papel sulfite branco e regular o balanço até alcançar o branco desejado (não esqueça de usar a mesma iluminação que utilizará no produto). Abertura do Diafragma é importante para definir o tamanho do feixe de luz que a máquina irá receber, ou seja a área que será focada. Quanto maior for a sua classificação menor é a sua abertura. Nesse caso como o foco é somente o produto podemos trabalhar com uma abertura menor variando entre f8 e f16. Velocidade do Obturador define a quantidade de luz (tempo de exposição) que a fotografia receberá e durante esse período ela registrará tudo. Tempo de exposição muito rápido ou muito demorados estão sujeitos a deixar rastros de luz o ideal é usar algo em torno de 1,2 a 2 segundos.

4° Captando as Imagens: Agora chegou o momento de voce começar a captar suas imagens. Posicione seu equipamento a aproximadamente 30 a 50cm do produto e tire no mínimo três fotos para cada posição. Se o produto estiver na caixa, abra ao menos uma embalagem e exponha ao lado da caixa. O ideal é captar 8 posições diferentes de cada produto. Ex: Frente, verso, lado superior, lado inferior, detalhe do material, detalhe da cor, produto na embalagem e produto aplicado em sua utilização.

5° Tratando e renderizando: depois de captadas todas as fotos, precisamos baixá-las em um computador e abrí-las em editor de imagens, equilibras as tonalidades de cores, os contrastes, o brilho e exportar no formato ideal para nossa aplicação.Para sites o ideal é salvar as fotos em JPG e o tamanho máximo recomendado é de 800px de altura, a largura vai depender do formato que você necessita.

Nota : Espero que este artigo tenha lhe esclarecido algumas dúvidas a respeito de como atrair mais clientes para seu comércio eletrônico. Se ainda estiver com dúvidas a respeito deste assunto não exite em nos enviar um e-mail para thayus@estrategiascriativas.blog.br com a sua dúvida, crítica ou sugestão, será um imenso prazer lhe retornar e poder ajudar.

#fotografia #websites #ecommerce

O QUE ACHOU DESTE ARTIGO?

MAIS ARTIGOS